Posts filed under ‘CEBI-RS’

CEBI Centro Serra retoma as atividades

*Por: Deise Abé

No sábado, 17 de março, a Escola Bíblica da Área Norte da Abé 2Diocese católica romana de Cachoeira do Sul, que compreende quatro paróquias/ seis municípios da Região Centro Serra, realizou em Arroio do Tigre o primeiro encontro de Leitura Popular da Bíblia em 2018.

O grupo, que tem seis anos de caminhada, conta este ano com novos integrantes: catequistas e ministros. Neste primeiro encontro estiveram presentes vinte e oito pessoas, com assessoria de Edison Costa.  A proposta do grupo é, através da LPB, facilitar a leitura bíblica na Iniciação à Vida Cristã.

A avaliação ao final do encontro foi muito positiva. Todas as pessoas que tiveram o Abé 1primeiro contato com a LPB manifestaram-se entusiasmadas com o método e as novas descobertas sobre textos bíblicos conhecidos de longa data, mas muitas vezes de difícil compreensão, como é o caso de Gênesis 2.

A Escola de Caçapava, na Área Sul, volta às atividades com assessoria de Eliézer. Já a de Cachoeira do Sul, Área Centro, retorna após dois anos, com assessoria de Edison Costa.

Os três grupos da Diocese se reúnem mensalmente de março a dezembro.

Anúncios

22/03/2018 at 16:51 Deixe um comentário

Frei João Osmar (CEBI-RS) completa 40 anos de caminhada franciscana

Publicado originalmente em: http://www.franciscanos-rs.org.br/frei-joao-osmar-completa-40-anos-de-caminhada-franciscana/
Frei João Osmar
No próximo dia 15 de abril, na Comunidade Nossa Senhora de Lourdes, em Linha Alta – Cerro Branco (RS), o frei João Osmar d’Ávila estará celebrando seus 40 anos de caminhada franciscana. Às 10:00h da manhã acontecerá uma Missa em Ação de Graças pela caminhada do frei e logo após um almoço comemorativo. Quem quiser maiores informações poderá contatar com Frei João Osmar pelo fone: (51) 99745 2755. Pedimos ao Frei João para que nos recordasse um pouco da sua caminhada. Segue seu bonito relato vocacional:

QUARENTA ANOS DE CAMINHADA FRANCISCANA

A minha Caminhada Vocacional Franciscana teve início em 1978, mais especificamente no dia 06 de janeiro na Solenidade da Epifania do Senhor, quando percorri os sete quilômetros que separam a minha Comunidade Nossa Senhora de Lourdes de Linha Alta, da Comunidade Nossa Senhora Aparecida no Morro da Aparecida, para encontrar-me com Frei Gervasio Mutonni, que lá celebraria missa naquele dia, e manifestar-lhe o desejo de iniciar o processo vocacional.

Frei Gervásio me acolheu com alegria e acabou me encaminhando para um Encontro dos Freis em Daltro Filho ainda naquele mês. Fui então de carona com Frei Ernesto Jungblut, para encontrar o futuro Reitor do Seminário Nossa Senhora Medianeira de Agudo Frei Bernardo Dupont. O seminário seria reaberto naquele ano. Fui acolhido por Frei Bernardo no grupo de seminaristas da chamada “Vocação Adulta” e foi marcada nossa apresentação no seminário “de mala e cuia” no dia 1º de março. E assim foi feito. Formamos um grupo de 10 jovens naquele ano. Fazia parte do Corpo de Formadores além de Frei Bernardo, Frei Ivo Kuhn, Frei Ilário Battisti e Frei Sebastião Scheibel.

Em Agudo permaneci por cinco anos até completar os estudos do ensino fundamental e médio. Enquanto isso participei ativamente na Comunidade Paroquial de São Bonifácio, bem como no movimento estudantil que estava se reorganizando após a ditadura militar.

Em 1983 fiz o Postulantado em Taquari, tendo como Mestre Frei Inácio Delázzari. Em 1984 o Noviciado em Daltro Filho, sendo acompanhado pelo Frei Aloísio Alberto Dilli. Fui acolhido na Ordem Franciscana no dia 04 de fevereiro daquele ano.

De 1985 a 1987 morei em Ipanema, Porto Alegre enquanto estudava Filosofia na Faculdade de Filosofia Imaculada Conceição FAFIMC. Neste período me encontrei com as Comunidades Eclesiais de Base – CEBs-, com as Pastorais Sociais e com o Movimento Popular que era efervescente pelo processo de abertura política que passava o Brasil. Já de 1988 a 1991 morei no Bairro Lomba do Pinheiro em Porto Alegre enquanto estudava Teologia na Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana – ESTEF-, e ia participando das CEBs, da Pastoral Operária e do Movimento Ecológico. No dia 13 de janeiro de 1991, realizei a minha Profissão Solene (votos perpétuos) em minha Terra Natal.

Minha primeira nomeação como Frade Menor após os estudos foi formar a Fraternidade Inserida no Meio Urbano que foi efetivada no Bairro Morada do Vale em Gravataí, juntamente com os Freis João Carlos Karling e Marino Rhoden. Lá permaneci por 10 anos – 1992-2001. Meus cinco primeiros anos por lá foram dedicados à organização das comunidades já existentes e sua articulação em forma de “Rede de Comunidades”, com uma espiritualidade bíblica na linha do Centro de Estudos Bíblicos CEBI. Nos cinco anos seguintes tive atuação mais abrangente em nível de município de Gravataí trabalhando na Fundação Municipal de Arte e Cultura – FUNDARC e na Câmara Municipal de Vereadores.

Durante nove anos, de 2002 a 2010, minha atuação Evangelizadora se deu em Rio Grande, na chamada “Zona Oeste” da cidade, junto a Missão que a Província mantinha e mantêm até hoje. Lá dediquei-me à organização e fortalecimento das dez Comunidades já existentes, em conjunto com outros confrades e com as Irmãs Religiosas que lá atuavam. As Comunidades ganharam mais autonomia Pastoral com a criação da Rede de Comunidades São Lucas. Por lá ficou famoso o jornalzinho das Comunidades “A Rede”. Nos anos de 2011 a 2013 participei da Fraternidade Frei João Osmar 2Intercongregacional Padre Josimo no Assentamento Conquista da Fronteira, Município de Hulha Negra, Diocese de Bagé. Participava da Ação Evangelizadora na Rede de Comunidades Santo Isidoro Camponês que abrangia quase 40 Comunidades nos Assentamentos da Reforma Agraria no interior dos municípios de Hulha Negra, Candiota e Aceguá. Fui animador de grupos de idosos e iniciei o programa de Rádio “Revista de Rádio” na Rádio Comunitária Terra Livre, que está a mais de quatro anos e meio no ar em parceria com mais de dez Emissoras Comunitárias e alguns sites de entidades parceiras.

Nos últimos quatro anos morei e atuei na Ação Evangelizadora dos Freis Franciscanos da Lomba do Pinheiro, Porto Alegre. Coordeno o Programa de Solidariedade Santa Clara, da Paróquia Rede de Comunidades Santa Clara, participo do Conselho Popular do Bairro, da Horta Comunitária, do GT Arroio Taquara, dentre outras ações. Sou membro do Serviço Franciscano de Justiça, Paz e Ecologia da Província e do Serviço de Justiça, Paz e Integridade da Criação JPIC da Conferência dso Religiosos do Brasil CRB/RS. Participo da Equipe organizadora da Escola de Ética e Cidadania Ana Isabel Alfonsin em parceria com a ESTEF.

Frei João Osmar d´Ávila.

16/03/2018 at 23:46 Deixe um comentário

CEBI-RS: Assembleia 2018

2018 (3)Mar 3No último sábado (10/03), reunimo-nos para o encontro anual dos núcleos do CEBI-RS. Com duração de apenas um dia, ao contrário dos anos anteriores, a reunião foi marcada pelo estudo de Rm 12,1-13. Estiveram presentes os núcleos: Porto Alegre, Vale do Sinos, Canoas, Fronteira (Livramento e Rivera), Uruguaiana, Ijuí e Centro Serra (Ibarama).

Sob o lema “não nos conformemos com este mundo, mas…” (Rm 12,2a), que motivou a assembleia do CEBI Nacional ocorrida em novembro do ano passado, discutimos nossas realidades locais, atentas e atentos aos campos político, social e religioso. Frei João Osmar (POA) falou-nos sobre as aparentes contradições do discurso paulino nas escrituras, que se explicam pelo fato de algumas cartas terem sido escritas por ele próprio e/ou sua equipe e outras por discípulos das gerações seguintes. Deise Abé (Ibarama) orientou os estudos da carta (autêntica de Paulo) aos Romanos, primeiramente (na mística de abertura) fazendo uma dinâmica em 2018 (3)Mar 7que, de mãos amarradas, deveríamos tomar consciência de nossa condição e optar por transformar ou não a nossa realidade (desatando nossa mãos); num segundo momento, em roda, debatemos ações para, em vez de nos conformarmos a este mundo, transformar-nos, renovando o próprio modo de pensar, traduzido em ações que se refletem nas relações em comunidade. Para isso, Paulo propôs uma nova ekklesía (do grego, “assembleia, reunião”), onde não somente os cidadãos (elite romana), mas todas as gentes (gentios: pobres, mulheres, escravos…) pudessem se reunir e transformar os rumos da cidade, cada um/a conforme seus dons e possibilidades.

Ao final do encontro, recebemos a visita do pe. Jorge Luis Osorio Vigliola, uruguaio, 2018 (3)Mar 1amigo de longa data, que esteve em missão de 3 anos na diocese de São Gabriel da Cachoeira, na Amazônia. Ele nos falou sobre a situação daquele povo, na sua maioria indígenas, assolados pela violência. Por ser um município que faz fronteira com Venezuela e Colômbia, torna-se distante da capital, Manaus, razão pela qual o Estado e suas instituições não se façam presentes. Por exemplo, há muito tempo que não há juiz na cidade. Com isso, o garimpo clandestino vai gerando morte e prostituição.

Encerrada a formação, houve ainda uma reunião da coordenação do CEBI-RS, onde se tratou dos seguintes assuntos:

  1. Novas Escolas

Cachoeira do Sul sendo retomada, após 2 anos de fechamento;

Livramento no assentamento “Bom Será” em conversação pelo grupo local; também haverá, no centro da cidade, encontros mensais a partir de abril;

Bagé em conversação com Edison;

Uruguaiana encontros firmados, com datas a serem marcadas, a coordenação firmou o auxílio para as passagens do assessor;

Santa Maria e Passo Fundo possíveis encontros, estão em conversações com Zé Possato.

  1. CEBI RS convidou entidades que participaram da Missão Ecumênica no RS e a Diocese Católica Romana de Osório, para discutir possíveis ações humanitárias à tribo de índios acampados à margem da RS-040, em Capivari. A reunião será em Osório, dia 23 março.

Participarão: CEBI RS, FLD, CIME, COMIN, DIOCESE DE OSÓRIO.

  1. Iniciamos os preparativos para o Encontro Estadual de Teologia Feminista, junto com a EST e ESTEF. Ocorrerá este ano, em data a ser confirmada.
  2. A situação financeira: Aguardando o projeto ADVENIAT; necessitamos de um outro projeto, porém não se tem perspectiva. A situação é muito ruim e devemos evitar despesas, pois estamos sendo cobertos pelo escritório nacional desde outubro/17 e o projeto 2018 deverá chegar por volta de maio/junho. Será um ano dificílimo.
  3. Marcamos próxima reunião para setembro em Ijuí – a ser confirmado no decorrer do ano.
  4. Frei João Osmar convidou a coordenação para estar presente nas comemorações de 40 anos de vida religiosa, em Cerro Branco.2018 (3)Mar 8

12/03/2018 at 09:44 Deixe um comentário

Convite – Lançamento de livro sobre Sandro Galazzi

Biografia Gallazzi📗 Convidamos as pessoas de São Leopoldo e região para o lançamento do livro: Sandro Gallazzi – Um novo tipo de profeta.

Residente na serra gaúcha, Sandro completou 70 anos em 2016. Esta biografia é uma homenagem e um agradecimento pela sua vida de “anjo do CEBI – Centro Ecumênico de Estudos Bíblicos, da Comissão Pastoral da Terra e dos movimentos sociais”, nas palavras de Marcelo Barros.

O CEBI e a CPT não poderiam deixar de prestar essa homenagem fazendo o registro de tantos anos de contribuição para pessoas e comunidades envolvidas com estas instituições e que tanto se beneficiaram das reflexões de Sandro.

Autoria/Organização do livro: Nancy Cardoso Pereira e Ligieria Alves dos Santos.

🔎 Saiba mais sobre o livro: http://bit.ly/2CN4YaH

28/02/2018 at 11:43 Deixe um comentário

Encontro CEBI RS – Cidadania e Laicidade a partir da Carta aos Romanos

Blog CEBI-RS 2CIDADANIA E LAICIDADE A PARTIR DA CARTA AOS ROMANOS

Horário: 8:30h às 18:00h

Investimento: O CEBI disponibilizará local, alimentação e assessorias, cabendo às/aos participantes apenas o custo com deslocamento.

Local: Centro de Espiritualidade Arturo Paoli

Rua Rio Paraguaçu, 220   –   Parque Campestre – São Leopoldo-RS

Para chegar: Quem vem de Metrô: Descer na  estação Rio dos Sinos ou na rodoviária de São Leopoldo, que iremos buscar. Liguem informando a hora da chegada (51) 98100-6428

Fone CEPA: (51) 3568-5122

É possível a chegada na sexta-feira (09) e, se for necessário, pernoite no sábado. Neste caso, trazer roupas de cama e banho.

Desde já, sejam TODXS BEM-VINDXS!!!

22/02/2018 at 11:04 Deixe um comentário

CEBI-RS presente no ARJ para jovens da IECLB

2018 Jan - Foto Oficial“Profetas: Boca no Trombone – Cale-me se for capaz!”

Com esse título realizou-se em Palmeira das Missões/RS, de 24 a 28 de janeiro, mais um ARJ (Acampamento Repartir Juntos) voltado para jovens da IECLB de sínodos do oeste de Santa Catarina (Uruguai) e Rio Grande do Sul (Planalto e Noroeste).

foto: conversa com o público

O CEBI marcou presença na assessoria bíblica, com José Luiz Possato Jr. Esta era a principal, mas sempre em diálogo com outras assessorias, que trouxeram membros da própria IECLB e de outras instituições, para trabalhar os seguintes temas:

  • feminismo,
  • movimento estudantil,
  • ética e
  • movimentos sociais.

Costurando todos esses momentos, uma deliciosa peça teatral apresentava as aventuras de Perpétua, uma engraçada historiadora, que conheceu Halbstein, cientista maluco e inventor de uma máquina do tempo, através da qual este se perdeu em algum lugar do passado. Sua parceira, tentando trazê-lo de volta, fazia sempre alguma trapalhada e acabava, no lugar dele, “pescando” um profeta ou profetisa, que tinha então alguns minutos para se apresentar até que a máquina voltasse a funcionar.

Sem aviso prévio, ela então abria novamente o portal temporal e a “convidada” ou “convidado” obrigava-se a retornar para o seu tempo, sob pena de prender-se no presente para sempre. Entrava então o assessor bíblico para “terminar” a apresentação da personagem (quatro ao todo: Miriã, Amós, Jeremias e João Batista – este divertidamente misturado com Bob Marley).

Em seguida, visando a atualização da mensagem bíblica, entrava o assessor ou assessora de outras entidades.

Vivência e partilha

O acampamento teve espaço, ainda, para um passeio de reconhecimento do local (uma escola agrícola) e diversas atrações artísticas (uma entrevista com pessoas convidadas no estilo “Altas Horas”, por exemplo) e de lazer. O encerramento foi no domingo (28), com uma celebração de envio.

aprensentação de tetrao

Ah, sim! Perpétua conseguiu, finalmente, resgatar Halbstein e os dois saíram numa fantástica viagem ao redor do mundo. Será que os veremos novamente?

Texto originalmente publicado em: https://www.cebi.org.br/2018/02/21/cebi-rs-acampamento-repartir-juntos/

22/02/2018 at 10:54 Deixe um comentário

CEBI-RS apoia curso na ESTEF sobre Ética e Cidadania

A formação e a atualização é uma exigência para os agentes que atuam no trabalho social e na perspectiva da construção da cidadania. Para atender a esta finalidade, a Escola de Ética e Cidadania Ana Isabel está oferecendo o Curso de Formação Cidadã Justiça Paz e Integridade da Criação. A iniciativa tem apoio de instituições importantes como a CNBB, CONIC, Conferência dos Religiosos do Brasil e Cáritas Regional/RS. Esta iniciativa é oficializada pela Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana (ESTEF).

O programa será desenvolvido de março a dezembro de 2018, com intuito de proporcionar formação para uma ação qualificada na esfera pública da sociedade. O diretor da ESTEF, professor José Bernardi, explica que o curso tem um foco no Ano do Laicato. “Trata-se de uma oportunidade de qualificação das lideranças que atuam na esfera pública, contribuindo para a construção de uma sociedade democrática, justa, fraterna e solidária, sustentável e inclusiva, tendo como parâmetro a garantia de Direitos Humanos, a adoção de Políticas Públicas e o Controle Social sobre a ação do Estado”.

A plataforma de conteúdos prevê a abordagem de temáticas como Antropologia, ética e política, Mundo do trabalho em transformação, Dimensão sociocultural e a crise do comunitário, Ensino Social da Igreja, Economia e desenvolvimento sustentável e Projeto de sociedade, políticas públicas e controle social.

A metodologia do curso prevê uma abordagem presencial e um estudo à distância, com conteúdos orientados. As aulas serão no auditório da ESTEF – Rua Thomas Edson, 212; bairro Santo Antônio – em Porto Alegre.

As inscrições estão abertas no site da estef: www.estef.edu.br; e poderão ser pagas no primeiro dia de aula, 17 de março, no local do curso.

22/02/2018 at 10:47 Deixe um comentário

Posts antigos


FACEBOOK

Cursos Online no CEBI

Estatísticas do site

  • 19,862 hits

Tópicos recentes

Fotos no Flickr

Twitter CEBI-RS