Igrejas e ONGs participam na campanha de recolhimento de armas

20/04/2011 at 13:23 Deixe um comentário

Terá início no dia 6 de maio campanha promovida pelo Ministério da Justiça e que contará com a participação de igrejas e Organizações Não-Governamentais (ONGs) no recolhimento de armas. Quem entregar armas receberá indenização, sem precisar fornecer dados pessoais.

Agência Latino Americana e Caribenha de Notícias

A proposta foi anunciada pelo ministro da Justiça, Luiz Eduardo Cardoso. Ele espera que a campanha seja mais efetiva que as anteriores que, além das informações, exigiam o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e uma conta bancária para depósito. Agora, ao entregar as armas, o cidadão receberá um protocolo para retirar o valor numa agência do Banco do Brasil ou em caixas eletrônicos.

Com essa nova sistemática, o governo pretende recolher mais armas do que nas campanhas passadas, inclusive armas ilegais. “A nossa intenção não é saber a procedência da arma”, disse a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Mikki, após a primeira reunião do Conselho de Desarmamento.

Os valores de indenização variam de R$ 100 a R$ 300 (de 62,5 a 187,5 dólares), dependendo do tipo de armamento. O preço será fixado de acordo com o calibre das armas. O Ministério da Justiça reservou R$ 10 milhões para o pagamento das indenizações. Ficou acertado ainda que toda arma recolhida deverá ser imediatamente inutilizada. A tarefa de inutilização da arma caberá ao agente público de cada posto.

Luiz Paulo Barreto, secretário executivo do Ministério da Justiça, informou que o cidadão não receberá indenização pela entrega de munição. Ele explicou que a legislação só prevê o ressarcimento para entrega de armas. A campanha do desarmamento deve durar até o final do ano.

O governo espera a participação de igrejas e ONGs. A única exigência é que elas se cadastrem no Ministério da Justiça. A adesão de igrejas e ONGs aumenta sensivelmente a rede nacional de postos de recebimento de armas de fogo e a abrangência da campanha, já potencializada pela diminuição da burocracia. O Governo Federal decidiu antecipar a campanha depois da tragédia de Realengo.

Anúncios

Entry filed under: Cidadania, Ecumenismo, Movimentos Sociais. Tags: , , , .

Curso de Ecumenismo para Juventudes será no 2º semestre Escola Bíblica tem início em Gravataí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


FACEBOOK

Cursos Online no CEBI

Estatísticas do site

  • 18,237 hits

Tópicos recentes

Fotos no Flickr

Twitter CEBI-RS

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: